Maria Magola - FIO: Festival Informal de Ópera

18/09/2021
...

Quem é Maria Magola? Rezam que fogem dela como o diabo da cruz.“Não se metam com a louca.” Corre a aldeia onde os dias giram à volta da lavoura e da igreja a distribuir bofetadas. Maria sozinha. Há uma mesa onde está pousada umacesta com fruta madura e uma jarra de flores. Há uma cadeira para dizer a palavra. Uma vassoura, um pano roto. Uma bicicleta ferrugenta com um penico atado ao assento. E um canto onde cresce a ameaça do poço. Magola tem uma obsessão: ela gosta muito do menino bonito como uma estrela. Entra ela e a criança está o Aldeão,fúria e medo. Debate-se com várias perguntas sobre a mulher. Talvez porque na loucura haja muita sanidade. E na sanidade, irremediavelmente, loucura.

Francisco Fontes, composição

Marta Pais de Oliveira, libreto

Daniela Cruz, encenação

Ana Maria Pinto, soprano

Miguel Maduro Dias, baixo-barítono

Ensemble: Miguel Teixeira, flauta transversal; Paulo Martins, clarinete; João Miguel Braga Simões, percussão; José Nascimento, violino; Carolina Freitas, violoncelo; José Diogo Martins, piano/sintetizador

Bilhetes aqui

Apoios: Direção Geral das Artes; Município de Braga; Associação Novaterra; Associação Prado; Cerejeira Fontes Arquitectos; Conservatório Calouste Gulbenkian de Braga; Gnration; Grupo Casais; Museu dos Biscaínhos/DRCN; Museu Nogueira da Silva; Santa Luzia Art Hotel; Teatro do Bolhão; Trofa Saúde Braga Centro; Universidade do Minho

Visto 15 vezes