O concílio celeste - FIO: Festival Informal de Ópera

18/09/2021
...

Entre o céu e a Terra, deusa e pássaros discutem o futuro num concílio celeste. A opinião é quase unânime. Urge extinguir os seres humanos para que tudo o resto sobreviva. Curiosamente, o diabo é o único que intercede pela humanidade. Que compreende as razões que a inclinam para o mal, que intercede pela manutenção da sua condição quimérica, metade animal, metade divina, e que aceita a sua condição imperfeita e cadente. Não conseguindo levar os seus argumentos a bom porto em concílio, onde a maioria continua a votar contra a extinção dos seres humanos, Mefistófeles pergunta à deusa há quanto tempo não pousa os pés na Terra... perante a sua resposta, Mefisto leva-a a (re)conhecer esses bichos mal acabados que criou na esperança de a ver apaixonar-se de novo por aqueles que há muito abandonou.

Fátima Fonte, composição

Patrícia Portela, libreto

Sónia Baptista, encenação

Ana Maria Pinto, soprano

Miguel Maduro Dias, baixo-barítono

Ensemble: Miguel Teixeira, flauta transversal; Paulo Martins, clarinete; João Miguel Braga Simões, percussão; José Nascimento, violino; Carolina Freitas, violoncelo; José Diogo Martins, piano/sintetizador

Bilheteira aqui

Apoios: Direção Geral das Artes; Município de Braga; Associação Novaterra; Associação Prado; Cerejeira Fontes Arquitectos; Conservatório Calouste Gulbenkian de Braga; Gnration; Grupo Casais; Museu dos Biscaínhos/DRCN; Museu Nogueira da Silva; Santa Luzia Art Hotel; Teatro do Bolhão; Trofa Saúde Braga Centro; Universidade do Minho

Visto 15 vezes